A SABEDORIA DA CAVERNA


A SABEDORIA DA CAVERNA

PLATÃO foi um dos maiores filósofos gregos. Nasceu em Atenas em 427 a.C. e morreu aos 29 anos, condenado à morte pôr seus pensamentos. Ele tinha como base de estudos e reflexões uma realidade social e moral que fosse eterna e imutável. A frase “amor platônico” surgiu dos estudos dele referentes ao amor e à eternidade. 

Existe uma obra de Platão que tem haver muito com a cegueira em que vivemos hoje. Esta obra é conhecida como A Alegoria da Caverna. Imagine uma caverna linda e na frente desta caverna uma fogueira que ilumina até o fundo. Dentro da caverna, algumas pessoas estão sentadas olhando para a parede e amarradas de forma que nunca verão a fogueira ou a frente da caverna. Elas estão de costas para o mundo lá fora. Existe também uma parede que fica na direção dos olhos destas pessoas, mas que reflete ali apenas as formas que passam na estrada que fica na entrada da caverna. Passam animais, pessoas carregando coisas, sombras da realidade. Como estas pessoas estão presas ali, elas só vêem as imagens refletidas na parede. Para elas, aquelas sombras são a realidade.

 Um dia, uma destas pessoas se solta e corre para fora da caverna. Olha a fogueira, a luz do sol, a estrada, as sombras que ela via todo o dia, as pessoas, e começa a perceber que a sua realidade era muito diferente da realidade do mundo. Resolve voltar correndo para a caverna, para libertar seus amigos da ignorância. Seus amigos não aceitaram a verdade e acabaram matando-a.

 Sócrates, em sua conversa com Glauco, extraindo a sabedoria que a Alegoria da Caverna nos ensina, mostra-nos que muitas vezes a realidade é outra, encoberta pela sombra do desconhecimento. E não é fácil aceitar a realidade, convencer-se de que uma doutrina acatada pôr dezenas de anos possa conter ilusões. É pôr isso que as idéias novas não são bem aceitas. Além disso, são perseguidas e criticadas.

 Hoje, já não se matam na fogueira pessoas que têm idéias novas. Procura-se matar as idéias…

Esse post foi publicado em Para pensar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s